Journal Information
Vol. 26. Issue S1.
(January 2022)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 26. Issue S1.
(January 2022)
PI 313
Full text access
NÍVEIS REDUZIDOS DE EXPRESSÃO GÊNICA DE FAS E FASL ESTÃO ASSOCIADOS COM O ESTABELECIMENTO DA TUBERCULOSE
Visits
1752
Iury de Paula Souza, Keise Adrielle Santos Pereira, Francisca Dayse Martins de Sousa, Ednelza da Silva Graça Amoras, Izaura Maria Vieira Cayres Vallinoto, Ricardo Ishak, Antonio Carlos Rosário Vallinoto, Maria Alice Freitas Queiroz
Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém, PA, Brasil
This item has received
Article information
Special issue
This article is part of special issue:
Vol. 26. Issue S1
More info
Introdução

O sistema Fas-FasL de membrana celular é um importante mediador de apoptose de células infectadas. A apoptose de macrófagos infectados pelo Mycobacterium tuberculosis é uma estratégia imunológica de proteção contra a tuberculose (TB). Objetivo: Investigar a influência dos níveis de expressão dos genes FAS e FASL no estabelecimento da TB em 20 amostras de pacientes diagnosticados com TB e 22 amostras controle.

Material e métodos

Foram coletadas amostras de sangue, as quais foram submetidas à extração de mRNA e transcrição reversa, para obtenção de cDNA, utilizado para a quantificação relativa (RQ) da expressão gênica por meio de PCR em tempo real (RT-PCR). A avaliação dos níveis de expressão de FAS e FASL, entre pacientes e controles, foi realizada pelos testes não paramétricos Mann-Whitney e correlação de Spearman. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará (CAAE no. 31446920.0.3001.0017).

Resultados

O grupo controle apresentou níveis de expressão de FAS significativamente mais elevados (mediana = 1,806 RQ) do que no grupo com diagnóstico de TB (mediana = 0,2725 RQ) (p = 0,0171), o que também foi observado na comparação da expressão gênica de FASL entre controles (mediana = 0,325 RQ) e pacientes (mediana = 0,0265 RQ) (p = 0,0193). Houve correlação positiva entre a expressão de FAS e a de FASL no grupo com TB (p = 0,0011).

Conclusão

A expressão gênica reduzida de FAS e FASL nos pacientes com TB pode ser o resultado da evasão do M. tuberculosis das respostas imunes do hospedeiro, induzindo a diminuição da ativação da apoptose pela via Fas-FasL de maneira a favorecer sua sobrevivência e persistência no interior dos macrófagos. A expressão deficiente de FAS e FASL pode prejudicar as sinalizações de apoptose celular e favorecer o desenvolvimento da TB.

Full text is only aviable in PDF
The Brazilian Journal of Infectious Diseases
Article options
Tools