Journal Information
Vol. 22. Issue S1.
11° Congresso Paulista de Infectologia
Pages 73-74 (December 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 22. Issue S1.
11° Congresso Paulista de Infectologia
Pages 73-74 (December 2018)
DOI: 10.1016/j.bjid.2018.10.139
Open Access
EP‐077 EXPECTATIVA DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE SOBRE O USO DE APLICATIVO PARA AUXÍLIO NO DIAGNÓSTICO E MANEJO DE INDIVÍDUOS COM LEISHMANIOSE
Visits
...
Roberta Bianchi Ambrozio, Gerson Santos Fonseca Junior, David Calhau Jorge, Luciana Almeida S. Teixeira
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Uberaba, MG, Brasil
Article information
Full Text

Ag. Financiadora: Fapemig

Nr. Processo: ‐

Data: 18/10/2018 ‐ Sala: TV 6 ‐ Horário: 13:37‐13:42 ‐ Forma de Apresentação: E‐pôster (pôster eletrônico)

Introdução: As leishmanioses tegumentar e visceral afligem principalmente população vulnerável, com baixo poder aquisitivo e em áreas de localização remota. Este trabalho é parte do projeto de pesquisa: “Otimização do diagnóstico precoce e do manejo de indivíduos com leishmaniose visceral em áreas endêmicas com diferentes perfis de transmissão e endemicidade”, que dentre suas ações irá disponibilizar um aplicativo para celulares, com a finalidade de auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico e manejo das leishmanioses. Neste estudo avaliou-se a expectativa de profissionais de saúde de áreas endêmicas sobre o uso do aplicativo.

Objetivo: Buscou-se avaliar a percepção dos profissionais de saúde, a utilidade, malefícios e benefícios do aplicativo e observar sugestões e limitações de seu uso.

Metodologia: Foram realizadas reuniões com os autores do aplicativo para produzir material informativo e discutir suas funcionalidades. A primeira versão do aplicativo foi levada para Porteirinha e Montes Claros, áreas endêmicas de Leishmanioses. Foram apresentados os objetivos e funcionalidades do aplicativo, disponibilizada a primeira versão para que os usuários avaliassem sua expectativa/percepção no uso. A aferição da percepção dos potenciais usuários foi feita por meio de um questionário para identificar sua expectativa, facilidades, dificuldades, melhorias e sugestões.

Resultado: Em Porteirinha, os 87 convidados aderiram a pesquisa, sendo 55 agentes de saúde, 14 médicos, 17 enfermeiros e 1 bioquímico. Em Montes Claros, aderiram 9 profissionais dentre pesquisadores e referência técnica em Leishmanioses. Todos os indivíduos referiram expectativa “muito boa” ou “boa” para a utilização do aplicativo em sua prática profissional, e a maioria (96% em Porteririnha e 88% em Montes Claros), não previu dificuldades para utilizá-lo. Os ajustes no aplicativo, decorrentes dessa consulta foram de configuração para agilidade e amplitude no uso em diferentes aparelhos, bem como no nome do aplicativo, batizado como Leishcare.

Discussão/conclusão: As expectativas para utilização do aplicativo foram positivas, com previsão de ganhos, e indicando sua potencial utilidade em área endêmica, facilitando o diagnóstico e auxiliando no cuidado com os pacientes.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools